Governo de Goiás

Secretaria de Indústria e Comércio

Procure o que você precisa:
Quarta, 23 de Julho de 2014
Destaque Home Notícia
Minha Primeira Empresa
10/07/2013 15h12 - Atualizado em 05/08/2013 09h16

Programa vai capacitar jovens empreendedores


O Governo de Goiás deu o pontapé inicial ao programa que visa fomentar o empreendedorismo entre jovens e futuros empresários goianos. O governador Marconi Perillo e o secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, lançaram o programa Minha Primeira Empresa, voltado à capacitação de quatro mil jovens interessados em iniciar seus próprios negócios.

Para isso, o programa conferirá a formação estratégica dos inscritos na capital, Goiânia, e em outras dez cidades polo; oferecerá custo zero de formalização de seus negócios e acesso ao crédito oferecido pelas linhas existentes no Governo na modalidade de empréstimo a juros subsidiados de 0,25% ao mês, o que equivale a 3% ao ano. Os interessados podem se inscrever no endereço eletrônico www.minhaprimeiraempresa.org

Ao abrir o seu discurso, o governador Marconi Perillo enalteceu o engajamento de jovens lideranças presentes na Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJE Goiás) e da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), que foram os principais articuladores e idealizadores do projeto. “Estamos diante de jovens que, com pensamento estratégico e inovador, estão criando propostas que podem e devem ser incorporadas ao meio público, seja ele municipal, estadual ou federal. São esses sucessores que estão demonstrando desde já o seu poder de articulação e de mobilização em prol do bem comum”, declarou Marconi.

Ao elogiar a essência do programa, que oferece  acompanhamento técnico durante o primeiro ano de vida útil das empresas recém-criadas, Marconi Perillo alertou para a atual previsão de queda nos índices de empregabilidade e para a necessidade de se conferir meios de geração de emprego e renda. “Acabo de voltar de uma viagem pelo Norte e Nordeste do País. Por onde passamos, verificamos que os índices de empregabilidade estão em declínio. Temos que nos preparar para lidar com o desaquecimento da economia. Medidas como essa proporcionam novos horizontes para os empreendedores iniciantes e, com isso, mais oportunidade de geração de emprego e renda”, analisou o governador.

Conforme constatou o secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, o programa pioneiro no Brasil tem despertado o interesse de outros Estados que buscam inspiração em suas bases para implantá-lo nas demais regiões do País. “Estamos diante de um programa que já despertou o interesse de outros Estados em implantá-lo, tamanho o seu engajamento com a sobrevida e desenvolvimento de empresas recém-formalizadas”, declarou.

Como ingressar no programa?


Para se inscrever no programa Minha Primeira Empresa, basta acessar o site www.minhaprimeiraempresa.org e preencher a ficha de inscrição, lembrando que em um primeiro momento serão oferecidas quatro mil vagas. O programa será desenvolvido em cinco etapas abordando os seguintes temas: Curso de Introdução ao Empreendedorismo; Diagnóstico da Aptidão ao Empreendedorismo; Curso de Noções em Gestão Empresarial e Planos de Negócios com soluções inovadoras, competitivas e sustentáveis. Ainda será oferecida orientação para acesso ao crédito e acompanhamento dos empreendedores por meio de encontros periódicos.

 

 

Palácio Pedro Ludovico Teixeira 5º Andar Rua 82 S/N - Setor Sul CEP: 74.083-010

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento